DOMINGO DE RAMOS
 
     
 

Desde pelo menos o final do século 19, a Semana Santa em Campanha vem sendo precedida pelo Setenário das Dores, um período preparatório de sete dias em que se contempla as sete dores de Nossa Senhora. Embora esta fase preparatória contribua para gerar expectativas com relação às festividades, ela não será descrita aqui por não utilizar um repertório tradicional.

A Semana Santa mesmo começa com as celebrações do Domingo de Ramos, que incluem a Benção dos Ramos de manhã e a Procissão do Triunfo à tarde. O repertório tradicional associado com estes eventos, contudo, já se alterou e há pelo menos quinze anos o coral da cidade não canta mais neste dia.

 
     
 
 
 
O bispo abençoa os ramos da varanda do palácio antes da procissão até a Catedral Santo Antônio, onde celebrará a missa.
 
     
 
 
 
O bispo é levado à Catedral numa charete ornamentada de ramos e flores.
 
     
 
 
 
À tarde, a missa é celebrada na Igreja de São Sebastião, seguida pela Procissão do Triunfo. A imagem de Cristo é decorada com palmas para a ocasião.
 
     
 
 
 
A banda acompanha a procissão com alegres dobrados, uma forma de marcha usada para procissões por toda a região sudeste do Brasil.
 
     
 
 
 
A população acompanha a Procissão do Triunfo.
 
     
 
Próxima Página